• Renato Barata Gomes | CEO Dama Import Export

6 pontos importantes no mundo dos negócios


1 - Cultura nos negócios internacionais: Uma boa gestão nos negócios internacionais se faz importante com um bom fluxo de comunicação entre os departamentos, com conhecimento de todos sobre os objetivos da empresa. Atuar no comércio exterior, envolve múltiplos processos em uma organização da administração, setores de suprimentos e almoxarifado, áreas comercial e de produção, financeiro, contábil e jurídico.


2 – Comunicação interna e planejamento: As decisões não podem ser tomadas de forma isolada entre os setores. As informações devem ser compartilhadas com todos os envolvidos. Incluindo o setor de compras, onde são feitas as negociações que devem ser comunicadas ao financeiro. Uma comunicação interna funcional evita problemas operacionais e prejuízo.


3 – Estoque: Se houver falha de comunicação entre os setores de estoque e suprimentos, erros como atraso, prejudicam o tempo necessário para importação, ocasionando uma sucessão de erros na demanda de produtos e por consequência gerando uma má reputação da empresa no mercado.


4 – Planejamento de fluxo de caixa: Se não houver recursos suficientes no momento da nacionalização, os produtos acabam permanecendo mais tempo nos portos ou outros recintos da alfândega, gerando aumento de despesas logísticas. Se há necessidade de importar diversos produtos ao mesmo tempo, o planejamento é essencial para a fluidez do processo.


5 – Espaço físico suficiente: Importação gera grande volume de mercadorias, e nacionalizar contêineres diversos de forma simultânea, promove a necessidade de espaços físicos suficientes para armazenagem e descarregamento de mercadorias. É necessário planejar esse detalhe antecipadamente.


6 – Foco: Para um excelente desenvolvimento operacional, a organização se faz com um fluxograma de processos, de forma contínua e transparente entre os setores. Manter o foco na organização e planejamento, é fundamental as operações de comércio exterior, e isso garante sucesso na gestão.


Leia também: Comércio exterior: O ano de 2020 e as perspectivas para 2021

19 visualizações0 comentário