• Renato Barata Gomes | CEO Dama Import Export

Private Label na Importação: O que é e como apostar nessa tendência na hora de importar!


Com o crescimento do comércio eletrônico, muitas empresas estão apostando no desenvolvimento de uma marca própria para introduzir novos produtos no mercado. Por isso, o private label vem ganhando cada vez mais espaço, como estratégia de negócios. Vamos falar mais sobre ela abaixo:

Private Label é conhecido como a produção licenciada de uma marca própria, através de uma fábrica terceirizada, ou seja, empresas de pequeno, médio e grande porte terceirizam as etapas de produção, para que possam introduzir sua marca no mercado sem a necessidade de realizar altos investimentos em um parque fabril.

Na importação, através desta modalidade, você pode desenvolver seus produtos com uma fábrica no exterior, e receber elas prontas no seu território, inclusive com a opção de personalização da própria embalagem.


Assim, você economiza no processo de armazenamento de matéria-prima e de todos os trâmites relacionados à produção desses produtos. Para no final do processo, eles saírem da fábrica prontos para serem revendidos.

A realização de um private label normalmente está vinculada a um lote mínimo de produção. Entretanto, se tem percebido uma maior flexibilização das fábricas no exterior, reduzindo as quantidades mínimas buscando a expansão de negócios no exterior.


O maior desafio no desenvolvimento terceirizado da produção é a confiança que se deposita no fabricante, pois a qualidade dos produtos precisa estar muito bem alinhada com as expectativas do importador, de acordo a realidade do seu mercado, assim como a confiabilidade no cumprimento de prazos de entrega, a estabilidade dos preços.

Assim, é muito importante que se faça uma análise minuciosa antes de iniciar a realização de uma produção através de private label. A parceria com uma empresa de assessoria em importação, pode ajudá-lo a encontrar alguns atalhos durante este processo.


Leia também: Principais dúvidas sobre NF de importação.

31 visualizações0 comentário